5 de jul de 2012

parada de 2012 Paris‏


A tradicional parada do orgulho LGBT (lesbianas, gays, BI e trans) reuniu dezenas de milhares de pessoas sábado à Paris Montparnasse Bastille levado pela promessa do presidente a Holanda de abrir o casamento aos casais homossexuais.
Os MEUS ACTIVITÉVos amigos podem agora ver este activitéSupprimer X


A polícia, que não assinalou nenhum incidente, contabilizou cerca de 60.000 participantes ao cortejo, e sem dúvida várias dezenas de milhares de espectadores, anunciou a prefeitura de polícia, que tivesse contado 36.000 pessoas em 2011. Para Nicolas Gougain, porta-voz doLGBT, é claramente mais numeroso que o ano precedente, tem mais largamente que uma milhão de participantes. Em 2011, os organizadores tinham feito estado de mais de uma milhão de pessoas.

É um degrau especial

Sexta-feira nas nossas colunas, o ministro delegado à Família Dominique Bertinotti tinha assegurado que o casamento para todos é instaurado em 2013. Simbólicamente, estava presente para o início do desfile. Vou por toda a parte onde o futuro da família joga-se, explicou à imprensa, acrescentando que qualquer progresso empresarial aproveita ao conjunto da sociedade. O ministro disse-se que confia de modo que a lei saia em 2013.

Várias personalidades eram agrupadas de trás a bandeirola de abertura que leva a inscrição 2012, a igualdade não espera, incluindo Anne Hidalgo, estreia associada ao presidente da câmara municipal de Paris, de Jack Lang ou ainda Henry Chapier. É um degrau especial, porque é a primeira vez que temos um governo, um presidente, uma Assembleia favoráveis à certos progressos, declarou Nicolas Gougain, porta-voz doLGBT. Qualquer resto a fazer, sublinhou Nicolas Gougain, que encara os próximos meses com optimismo, determinação e vigilância.

--
Cassandra Fontoura à Paris.....

Degraus dos orgulhos: o planeta arco-íris Paris. Cada ano, os homossexuais, bissexuais, transsexuais ou os heterossexuais que afirmam a liberdade sexual e a igualdade dos direitos entre os hétéros e as outras comunidades, são convidados a desfilar aquando de grandes manifestações festives: o Gay pride ou degrau dos orgulhos. Criados para comemorar os motins de Stonewall, onde homossexuais tivessem-se rebelado contra as forças da ordem vindas as deliberações, à Nova Iorque, em 1969, estas manifestações têm para objectivo afirmar as liberdades e a igualdade para todas as orientações sexuais, fazendo ao mesmo tempo a festa aquando de desfiles hauts-en-couleur: personagens aos looks e as maquilhagens extravagantes, tanques decorados de mil cores, de jovens pessoas torses nuas que levam orgulhosamente a bandeira arco-íris, símbolo da comunidade. Cada ano, novas cidades organizam à sua volta degraus de orgulhos, que se desenrolam agora sobre todos os continentes       
Este ano mais que todos os .a.outro, o Gay Pride desfilará à Paris para reclamar a igualdade dos direitos entre os casais e as famílias. Num contexto que nunca não foi também favorável, com a eleição de François Hollande, mais de 500000 pessoas.
--
Cassandra Fontoura à Paris.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário