4 de jul de 2011

SECRETÁRIO RODRIGO NEVES APRESENTA O PROGRAMA RENDA MELHOR EM SÃO GONÇALO

O secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, esteve na tarde desta quinta-feira, dia 30, na Câmara de Vereadores de São Gonçalo para fazer uma apresentação do programa Renda Melhor, inserido no Plano Estadual de Superação da Pobreza Extrema, que será lançado no município na primeira quinzena de agosto. Ele estava acompanhado do subsecretário de Estado de Integração dos Programas Sociais, Antonio Claret, que fez a abordagem técnica do projeto.

“A secretaria tem um plano estratégico para os 92 municípios do estado e colocamos como prioridade o programa de superação da pobreza extrema. O Renda Melhor tem uma perspectiva de crescimento econômico e por isso temos a vertente da qualificação dos trabalhadores e a transferência de renda”, contou o secretário, que destacou a importância do Rio ser o primeiro estado a ter um programa estruturado para combater a pobreza.

“O Rio de Janeiro viveu um processo de desindustrialização e de empobrecimento, mas temos um cenário com boas perspectivas de crescimento econômico com a organização dos Jogos Olímpicos e a Copa do Mundo, o Complexo Petroquímico e o Arco Metropolitano, entre outras ações. Mas precisamos superar a pobreza extrema para aproveitar estas oportunidades”, comentou o secretário.

O subsecretário Antonio Claret explicou que a redução da pobreza extrema, através do benefício do Renda Melhor, que pode variar de R$30 a R$300, vai ter um efeito para toda a economia local, já que as pessoas terão mais dinheiro para injetar no comércio local. Para ele, o programa não identifica apenas os problemas dos municípios, mas procura as potencialidades que podem ser desenvolvidas.

“Nós temos metas de curto, médio e longo prazo, como preencher de imediato o hiato da pobreza com a transferência direta de renda e o aumento do nível de escolaridade. As prefeituras têm um papel importante nesse processo porque os profissionais dos municípios irão fazer o acompanhamento social dessas famílias”, explicou Antonio Claret. Ele observou ainda que os beneficiários receberão um cartão compartilhado e  vão receber no mesmo dia o pagamento do Bolsa Família e do Renda Melhor.

Rodrigo Neves aproveitou a oportunidade para abordar outras ações da SEASDH em São Gonçalo, como a construção de um Restaurante Cidadão no Centro da cidade, que será erguido em um terreno cedido pela prefeitura, e uma casa abrigo para o acolhimento de mulheres vítimas de violência.

“É inaceitável que o município de São Gonçalo, a segunda cidade mais populosa do estado do Rio, não recebesse investimentos, há seis anos, na área de segurança alimentar. Nós estamos mudando esta realidade e já temos recursos para a construção do Restaurante Cidadão, que vai atender cerca de três mil pessoas por dia. Além disso, ainda este ano vamos entregar uma demanda antiga do movimento de mulheres de São Gonçalo, que é a casa da mulher vítima de violência”, explicou Rodrigo Neves.

A meta para este ano é que o Renda Melhor atenda 50 mil famílias nos municípios de Japeri, Belford Roxo e São Gonçalo. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), parceira da secretaria no programa, cerca de 340 mil famílias do estado do Rio vivem na linha da pobreza extrema. Este cálculo é feito através de uma estimativa de renda da família que pode também indicar qual vai ser o benefício a ser pago a cada uma delas.

Estiveram presentes no evento o vice-prefeito Jorge Aranha, representando a prefeita Aparecida Panisset, os vereadores Miguel Morais, que é também vice-presidente da Câmara dos Vereadores, Marlos Costa e o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Pedro Veiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário