21 de mai de 2012

ONG Construindo Igualdade faz mobilização contra a homofobia em Caxias

Carolina Klóss
Neste domingo, a ONG Construindo Igualdade realizou uma mobilização contra a homofobia, no Parque dos Macaquinhos, em Caxias do Sul. A atividade também serviu para coletar nomes de travestis e transexuais que gostariam de obter a carteira de nome social.

Na semana passada, o governador Tarso Genro assinou um decreto que oportuniza que travestis e transexuais do Rio Grande do Sul escolham o nome que querem usar em documentos de identidade. Por enquanto, os novos documentos, chamados de Carteira de Nome Social, só serão válidos para serviços públicos oferecidos pelo Estado.

— Queremos, de todo o jeito, acabar com o preconceito. Este decreto assinado pelo Governador é um grande avanço. Quinze pessoas já nos procuraram para se inscrever e entrar na fila para ter esse documento — afirma Cleonice Araujo, transexual e presidente da ONG.

A decisão do governo do Rio Grande do Sul em implantar a Carteira Social foi tomada depois de uma longa negociação entre autoridades estaduais e representantes de organizações não governamentais (ONGs). A iniciativa está no Decreto nº 48.118, de 17 de maio de 2011.

Em Caxias, interessados em ter este documento social podem entrar em contato pelo telefone (54) 8101.9181.

— Sabemos que a cidade terá uma sede para fazer esse documento e que ele custará R$ 40 — explica
 Cleonice. 
  • omofobia

Nenhum comentário:

Postar um comentário