9 de dez de 2011

NOTA DE PESAR DO GRUPO ARCO-ÍRIS PELO FALECIMENTO DA TRANSFORMISTA ROSE BOMBOM‏

NOTA DE PESAR DO GRUPO ARCO-ÍRIS PELO FALECIMENTO DA TRANSFORMISTA ROSE BOMBOM

O Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT vem através desta nota expressar a sua tristeza com a perda de nossa querida Rose Bombom.

Pedro Paulo da Costa Pereira tinha 47 anos e há 27 animava a cena LGBT como ator transformista, tendo como marca, além do batom branco nos lábios, a sua irreverência e humor ácido, sempre na ponta da língua.

Começou sua carreira como palhaço e em 1984 participou do concurso Clube da Bolsa, na praia de Copacabana, onde ganhou o primeiro lugar como caricata. Chegou a trabalhar nas extintas boates Sótão, Ziga-Zague, Incontru's, no Boêmio (onde começou a atuar com a saudosa Laura Di Vison) e na maioria dos clubes que surgiram depois.

O nome Rose Bombom, segundo ela, surgiu após algum tempo buscar um nome para o seu personagem, ao ouvir um programa de rádio que falava sobre a noite de São Paulo e se encantou com o nome de um a boate de lá. Pedro gostava de rosas e, por ser baixinho e moreninho, achava que bombom tinha tudo a ver.

Em 2009, Rose foi capa da revista Rio Show do jornal O Globo, apontada como uma das transformistas mais populares do Brasil. Sem dúvida Rose Bombom era tudo isso e muito mais.

Rose criou um estilo único e misturava técnicas circenses em suas apresentações. Foi responsável por descobrir vários artistas transformistas, entre elas Suzy Brasil.

Em setembro deste ano, uma semana antes de fazer sua apresentação dentro do Projeto Autorretrato Laura de Vison, que antecedeu a Parada do Orgulho LGBT Rio, sofreu um acidente de carro, que a deixou com dificuldades de movimentar as pernas. Rose passou recentemente, com sucesso, por uma cirurgia na coluna e recuperava-se em casa. Nesta tarde foi vítima de infarto fulminante.

O enterro está marcado para esta sexta-feira, 09/12, às 14h no Cemitério de Inhaúma. Velório: Capela 10 – Nossa Senhora de Fátima.

Nesta segunda-feira, 12 de dezembro, às 19h, no Teatro João Caetano, durante o 10º Prêmio Arco-Íris de Direitos Humanos, o Grupo Arco-Íris prestará uma homenagem a esta figura que esteve conosco, doando o seu talento, em várias de nossas atividades.

Com certeza onde Rose estiver, continuará alegrando nossas vidas na memória, com o seu riso debochado. Sem dúvidas, ela é parte de uma história de luta por visibilidade, dignidade e direitos iguais.

Rose Bombom! Presente!

Rio de Janeiro, 08 de dezembro de 2011

Julio Moreira
Presidente - Grupo Arco-Íris

Nenhum comentário:

Postar um comentário